Kant e a idade média, período da menoridade intelectual

Posted: 24.4.09 by Glauber Ataide in Marcadores:
1


Em Uma resposta à questão: o que é o esclarecimento?, Kant afirma que o “esclarecimento” ou o “iluminismo” é justamente a emergência do homem de sua imaturidade autoinfligida, definida como “a incapacidade de usar o próprio entendimento sem ser guiado pelos outros" (tradução nossa).

A imaturidade é autoinfligida não devido a uma falta de entendimento, mas devido a uma falta de resolução ou de coragem de usá-la sem qualquer guia. Considerando a Idade Média como o período de predomínio do pensamento católico cristão (o guia), em que a própria Filosofia estava sujeita e limitada aos ditames da fé, seria correto defini-la como uma fase de menoridade intelectual, isso é, em que o homem era dependente, guiado pelos dogmas e pela fé.

Apesar de certa complexidade alcançada pela Filosofia no medievo, esta residia mais em aprofundamentos e comentários (de Aristóteles, principalmente) do que em novos desenvolvimentos. E foi talvez pensando principalmente neste aspecto que Kant caracterizava todo este período como da menoridade intelectual.

Ao analisar, no entanto, outros desenvolvimentos deste período, como a arquitetura gótica, as novas técnicas agrícolas e as primeiras universidades, tal concepção não pode se aplicar integralmente a todo esse período e em todos os seus aspectos. Assim, a avaliação de Kant se mantém relevante principalmente na Filosofia e no desenvolvimento intelectual, mas não faz justiça a esse período como um todo.


REFERÊNCIAS

KANT, Immanuel. An answer to the question: what is enlightenment?. Disponível em <http://www.e-text.org/text/Kant%20Immanuel%20%20-%20What%20Is%20Enlightenment.pdf>. Acesso em: 15 nov. 2008.

1 comentários:

  1. Muito obrigada pelas informações!!