Bom mesmo é ser ignorante... disse um ignorante

Posted: 11.6.13 by Glauber Ataide in Marcadores:
0

Navegando no Facebook, pelo perfil de uma pessoa que não conheço, encontrei a seguinte citação:

"Tem coisas na vida que não precisam de respostas pensadas. A ignorância teórica e racional, além de ser uma benção, quase sempre não atrapalha o curso de nossas viagens pessoais. O homem pensa enquanto Deus ri." (Roberto Severo - Coluna "Última" - Revista Motociclismo Junho/2013)

Claro, afinal de contas, vejam como são felizes os bois num pasto. Viver, comer, trabalhar e morrer: qualquer animal faz isso. E para o autor, que joga água benta na "ignorância teórica", a vida humana se resume a isso.

O alienado se agarra à sua ignorância e resiste em deixa-la. Será medo de perder sua verdade? De perder suas mentiras, suas ilusões? Ou apenas preguiça intelectual?

O pós-moderno, paradoxalmente, tenta elaborar uma teoria para justificar sua "ignorância teórica". Mas ele não irá muito longe, e permanecerá ignorante sem justificação.

Ele se esquece - ou talvez não saiba mesmo - que se o conhecimento suscita problemas, não é a ignorância que vai resolve-los.

"Sócrates disse, celebremente, que uma vida sem reflexão não merece ser vivida. Queria ele dizer que uma vida vivida sem ponderação nem princípio é tão vulnerável ao acaso e tão dependente das escolhas e acções de terceiros que pouco valor real tem para a pessoa que a vive. Queria ainda dizer que uma vida bem vivida é aquela que possui objectivos e integridade, que é escolhida e orientada pelo que a vive, tanto quanto possível a um agente humano enredado nas teias da sociedade e da História (...) Uma pessoa que não pense na vida é como um forasteiro sem mapa numa terra estrangeira: para alguém assim, perdido e desorientado, um desvio no caminho é tão bom como qualquer outro e, se o rumo tomado conduzir a um local que vale a pena, terá sido meramente por acaso. " (by A.C. Grayling, O Significado das Coisas.)

0 comentários: